Seguidores

28 de abr de 2011

Ana Luiza Lacombe


Último dos três encontros com Ana Luiza Lacombe


27 de abr de 2011

Supershopping Osasco

Supershopping Osasco - 03/04/2011

Zastras Contação de Histórias apresenta
Contos de Páscoa

Ah, não conheço a contadora e, como eu "estava só de passagem",
não tive tempo de perguntar-he o nome...

24 de abr de 2011

Os SALTIMBANCOS

Uhuuu! Finalmente, estive ontem domingo, no Teatro Folha no Shopping Higienóplis, para assistir a peça Os Saltimbancos.



22 de abr de 2011

Programa Infantil: Chapeuzinho Vermelho

Visto que a minha criança (a maior) já está bem grandinha


Pedi emprestado uma criança e, seguimos para o Teatro Municipal de Osasco. Fomos assistir a Cia. Condoreira de Teatro interpretando Chapeuzinho Vermelho.


Aqui, eu e a Maria Beatriz. Uma garotinha linda de viver!!! Educada, carismática, simpática... tudo de bom! Biaaa! Adorei conhecer você!





Momento TIÉTE









6 de abr de 2011

BRANCA DE NEVE EM CORDEL - PANDA BOOKS

Um pouco do público

Apresentandio o livro: BRANCA DE NEVE EM CORDEL

PARTICIPAÇÃO...

Usei flores para representar os personagens: Uma rosa vermelha para representar a rainha, mãe de Branca de Neve; uma flor enorme e feia para representar a bruxa; uma outra flor, branca para representar a Branca de Neve; GIRASSÓIS para os sete anões e, uma Gérbera azul pra o príncipe. Ah, a garrafa de café, é a casa dos anões!!!

ATENÇÃO... Momento "MUVUCA NA MALA"

Esta é a MARIANA, uma garota extremamente simpática, carismática, encantadora!!! Brincou com todos os brinquedos da mala, depois ainda me ajudou a guardar tudoooo, me ensinando "uma música de guardar brinquedo". Ela foi a última criança a deixar o espaço kids!!! Linda MARIANA!!! Adorei te conhecer.


A editora Panda Books lança o livro Infantil

BRANCA DE NEVE (em cordel)


...Vertido para cordel por Varneci Nascimento e ilustrado por Andrea Eberte.

Antes de começar a história, falei um pouco de como é feito o cordel, os repentes, a publicação, a exposição dos "panfletos" em um barbante ou varal nas barracas das feiras... Ailustração feita em XILOGRAVURA que lembra muito o carimbo mas, as gravuras (matrizes) são feitas em madeira...

Neste livro se dá um feliz encontro entre a poesia de cordel e o conto conhecido no mundo inteiro seguindo “o enredo apresentado pelos ”. Irmãos Grimm

Branca de Neve é um conto de fadas originário da tradição oral alemã, que foi compilado pelos Irmãos Grimm e publicado entre os anos de 1812.

O conto Branca de Neve, na versão dos irmãos Grimm, guarda algumas diferenças das muitas versões que se popularizaram antes e após a compilação feita por eles em seu livro.

No início da história contada pelos Grimm, uma rainha costurava, no inverno, ao lado de uma janela negra como o ébano.

Ao lançar o olhar para a neve, picou o dedo com a agulha, e três gotas de sangue pingaram sobre a neve, o que a deixou admirada e a fez pensar que, se tivesse uma filha, gostaria que fosse "alva como a neve, rubra como o sangue e negra como o ébano da janela.

Não tardou, e a princesa teve uma filha de descrições idênticas ao seu pedido: branca como a neve, com os cabelos negros como o ébano e os lábios vermelhos como o sangue.

Mas, tão logo sua filha veio ao mundo, a rainha morreu.

O pai deu à filha o nome de Branca de Neve, e logo tornou a casar com uma mulher arrogante e vaidosa, possuidora de um espelho mágico que só

falava a verdade.

Constantemente a rainha consultava seu espelho, perguntando quem era a mais bela do mundo, ao que ele sempre respondia: "Senhora Rainha, vós sois a mais bela".

Mas Branca de Neve cresceu e, um dia a madrasta pergbranca e muito branca seja assim sua maça invenenadauntou:

"Quem é a mais bela de todas?", e o espelho não tardou a dizer:

"Você é bela, rainha, isso é verdade, mas Branca de Neve possui mais beleza".

...Branca de Neve fugiu pela floresta, até encontrar uma casinha e, ao entrar, descobriu que lá moravam sete anões.

A rainha não tardou a descobrir o esconderijo de Branca de Neve e resolveu matá-la; disfarçada em mascate, foi até a casa dos anõezinhos. Chegando lá, ofereceu um laço de fita a Branca de Neve, que aceitou. A rainha ofereceu ajuda para amarrar o laço em volta da cintura de Branca de Neve e, ao fazê-lo, apertou-o com tanta força que Branca de Neve desmaiou.

Quando os anões chegaram e viram Branca de Neve sufocada pelo laço de fita, rapidamente o cortaram e ela voltou a respirar.

A rainha novamente descobriu que Branca de Neve não estava morta, e voltou a se disfarçar, mas desta vez como uma velha senhora que vendia escovas de cabelo, na verdade envenenadas. Ao dar a primeira escovada, Branca de Neve caiu no chão, desmaida.

Quando os anões chegaram e a viram, rapidamente retiraram a escova de seus cabelos e ela acordou.

A rainha, já enlouquecida de fúria, decidiu usar outro método: uma maçã enfeitiçada. Dessa vez, disfarçou-se de fazendeira e ofereceu uma maçã; Branca de Neve ficou em dúvida, mas a Rainha

cortou a maçã ao meio e comeu a parte que não estava enfeitiçada, e Branca de Neve aceitou e comeu o outro pedaço, enfeitiçado.

A maçã engasgou na garganta de Branca de Neve, que ficou sem ar.

Quando os anões chegaram e viram Branca de Neve desacordada, tentaram ajudá-la, mas não sabiam o que causara tudo aquilo, e pensaram que ela estava morta.

Por achá-la tão linda, os anões não tiveram coragem de enterrá-la, e a puseram em um caixão de vidro.

Certo dia, um príncipe que andava pelas redondezas avistou o caixão de vidro, e dentro a bela donzela. Ficou tão apaixonado, que perguntou aos anões se podia levá-la para seu castelo, ao que eles aceitaram e os servos do príncipe a colocaram na carruagem.

No caminho, a carruagem tropeçou, e o pedaço de maçã que estava na garganta de Branca de Neve saiu, e ela pôde novamente respirar, abriu os olhos e levantou a tampa do caixão.

O príncipe a pediu em casamento, e... Foram felizes para sempre.

Poseidon-deus do mar, sempre na crista da onda

Uma pesquisa para conhecer melhor a história a ser contada, comecei a história de Poseidon pelo começo: quando ele nasceu... Enfatizei alguns pontos da história narrada no livro, são eles:


  • Criaturas do mar;

  • O amor acima de tudo;

  • O filho predileto;

  • Teseu;


  • O herói

O nascimento de Poseidon...

Poseidon, o deus dos mares na mitologia grega, um dos filhos de Cronos e Reia e, como seus irmãos e irmãs, foi engolido por Cronos ao nascer. Zeus, um de seus irmãos, foi escondido por Reia em Creta, que deu uma pedra para Cronos comer.


Zeus teria obrigado seu pai, Cronos, a regurgitar e restabelecer a vida aos filhos que engoliu, entre eles está Poseidon, explicando assim Zeus como o irmão mais novo, pois sua mãe Réia, deu uma pedra em seu lugar.


Na Ilíada, Posídon, o deus supremo dos mares, comanda não apenas as ondas, correntes e marés, mas também as tempestades marinhas e costeiras, provocando nascentes e desmoronamentos costeiros com o seu tridente.


Embora seu poder pareça ter se estendido às nascentes e lagos, os rios, por sua vez, têm as suas próprias deidades, não obstante o fato de que Poseidon fosse dono da magnífica ilha de Atlântida.


O deus Poseidon, apaixonado por Etra, também a possuíra, à força e, nessa mesma noite, engravidando-a de Teseu. Etra era casada com o rei Egeu e não tinham filhos.


Vendo na gravidez da esposa, a possibilidade de ser pai, ainda que não de um filho seu, o rei Egeu pediu a Etra que, se ela desse à luz um menino, só revelasse ao filho quem era seu verdadeiro pai quando ele tivesse forças para pegar a espada e as sandálias que ele, Egeu, escondera sob uma enorme pedra. Depois disso devia ir em segredo até Atenas, portando a espada de seu pai e calçando suas sandálias.


Nasceu um menino, que cresceu vigoroso e forte como um herói.


Aos dezesseis anos seu vigor físico era tão impressionante que Etra decidiu contar-lhe quem era o pai e o que se esperava dele. Teseu ergueu então a enorme pedra antes movida por Egeu, recuperou a espada e as sandálias do pai, e dirigiu-se para Atenas. Teseu foi reconhecido peço pai Poseidon, tão logo desembainhou a espada.


...A linda Ariadne, filha do poderoso Minos, apaixonou-se por Teseu e combinou com ele um meio de encontrar a saída do terrível labirinto, onde vivia o Minotauro. Um meio bastante simples: apenas um novelo de lã, que conhecemos por FIO DE ARIADNE.


Ariadne ficaria à entrada do palácio, segurando o novelo que Teseu iria desenrolando a medida que fosse avançando pelo labirinto. Para voltar ao ponto de partida, teria, apenas, que ir seguindo o fio que Ariadne seguraria firmemente.


Poseidon, mostrou-se um pai extremoso e, teve ímpetos de ir em socorro ao filho enquanto este lutava com o perigoso monstro mas, foi impedido por sua irmã Hera que queria mostrar a Poseidon que o sobrinho podia SIM, vencer por seus próprios méritos...


E assim foi: Teseu venceu o Minotauro. Avançou e matou o monstro com um só golpe na cabeça o que deixou Poseidon, muito orgulhoso do filho herói.


Ariadne e Teseu se casaram e, foram felizes para sempre...

5 de abr de 2011

Em 02/04/2011 Shopping Morumbi O LIVRO DOS SENTIMENTOS Depois de andar pela loja abordando e convidando as crianças (e famílias) para a apresentação, voltei ao Espaço Kids onde o público já me aguardava. Começo, como sempre, pela história do meu nome contando com a participação ativa das crianças que demonstram várias sensações como curiosadade, espanto, susto e por último... Alívio!!! O meu nome não é Juventina (como o meu PAI queria que fosse, em homenagem ao meu avó paterno) e também não é Hemengarda (nome escolhido por minha mãe), eu me chamo ELIANA=Linda como o Sol!!! O meu nome foi escolhido por minha irmã mais velha para combinar com o nome da vaca que tinha no quintal... O nome da vaca era um nome ótimo pra uma mãe, pra uma tia, uma irmã, uma melhor amiga... O nome da vaca era MARIANA!!! Então apresentei o Livro dos Sentimentos de Todd Parr lançamento da editora Panda Books. Usei marabús coloridos para DAR COR AOS SENTIMENTOS na intenção de tornar mais dinâmica a apresentação. Vamos fazer de conta que tem um cachorro morando dentro de você, esse cachorro é bem pequeno, tem papai e mamãe... O que mais esse achrorrinho pode ter? - Vovó (respondiam as crianças); - Irmã, irmão; - Ele tem roupa de festa!!! - Tem carteirinha de vacina; - Tem amigos; - Tem professora que ensina a nadar; - Tem... ... ... Quando as crianças estavam "dentro da brincadeira", e com os seus cachorrinhos cada vez mais reais, fiz uma pergunta; - E como você se sente quando o cachorrinho que mora dentro de você fica muito, mas muito feliz porque ganhou um brinquedo que ele queria muito??? - Você se sente meio bobo? - Você sente vontade de dançar? - Qual a cor que a gente pode usar para fazer de conta que é FELICIDADE? - Amarelooooo!!! Coloquei um marabú amrelo no pescoço. - Já teve alguma vez que você sentiu que esse cachorrinho estava triste? - Sim. Quando a minha avé viajou pra casa da minha tia mas ela já voltou!!! - Rsrs, e de cor pode ser a tristeza??? - ... Às vezes não dá vontade de inventar alguma coisa diferente... Todd Parr fala sobre sentimentos e como devemos compartilhar todos eles com quem a gente ama. Bom, foi bem assim que a história foi acontecendo... Com cada um tendo a oportunidade de falar sobre os seus sentimentos, dar cor a eles, torná-los "palpáveis", visíveis... ADOREI!!! Terminei falando de outras obras de Todd Parr, como: Tudo Bem Ser Diferente; Somos Um do Outro; Ler é Uma Gostosura; O Livro da Vovó; O Livro da Paz; O Livro da Família; O Livro da Mamãe; O Livro do Planeta Terra; O Livro do Vovô; O Livro do Papai; ...