Seguidores

22 de ago de 2010

Livraria Saraiva/Ed. FUNDAMENTO

BAT-PAT E O TESOURO DO CEMITÉRIO
Bom, ao chegar na loja, no espaço infantil as crianças lá presentes eram bem pequenas, entre 1 e 3 anos e, tratando-se de uma história que pede um pouco mais de conhecimento (pensava eu), saí pelo Shopping a convidar o público. Já caracteizada, com a velha camisa xadrez que era do meu falecido PAI, algumas pessoas achavam que eu era pedinte, rsrs, sei lá. Outras, me olhavam com curiosidade e esperavam pra ouvir o que eu tinha a dizer.

Consegui atrair um público considerável... (foi a primeira vez que fiz isso). Público reunido, era Público reunido, era hora de começar a HISTÓRIA ABERTA. Antes, me apresentei como sempre faço (preciso diminuir ainda mais minha autobiografia). Comecei falando do personagem central, (usei um novelo de lã preta para representar BAT-PAT) que cresceu numa biblioteca escolar, onde aprendeu a ler e escrever. Teve uma infância muito feliz, viajou para muitos lugares
através das páginas dos muitos livros que leu.

O público interagiu bastante: tinha uma garota, LORENA (daí eu peno assim: não vou me esquecer o nome dela porque minha sobrinha se chama LORENA. Dalí à pouco estou a chamá-la de LARISSA, nome outra sobrinha...) de mais ou menos 7 anos e muito simpática, que mora numa cidadezinha bem pequena: Engenheiro Coelho (que tb pensei: não vou me esquecer pq vou associar à Engenheiro Carrão, nada... Dalí a pouco me lembro de Engenhriro Cardoso, Engenheiros do Havaí, etc...) e ela foi nos contando como é morar numa cidade pequena como a que BAT-PAT morava... Então... Alí, naquele momento resolvi que BAT-PAT moraria em Engenheiro... Coelho!
As outras crianças também colaboraram bastante.
- O que vocês acham que tem na cidade grande e também tem em Engenheiro Coelho?
-Tem padaria.
- Tem mercado.
- Tem farmácia.
- Tem posto de saúde.
- Tem Hospital.
-NÃO.
-Não tem Hospital?
- E onde nascem os bebês?
- E onde os vovôs das crianças ficam internados?
Resposta da mãe da LORENA: -Na cidade ao lado (ela falou o nome mas, eu me esqueci).
-Tem cemitério.
- NÃO.
- E quando os carros batem e as pessoas morrem?
Mais uma resposta, desta vez do pai da LORENA: - Em Engenheiro Cardoso, é muito dificil acontecerr acidente de carro mas, quando as pessoas morrem, também são sepultadas na cidade ao lado.

Coloquei BAT- BAT (o novelo de lã) sobre um balcão e, um garotinho fugiu dos braços do pai e... sem nenhuma cerimônia, colocou o chapéu do meu PAI na cabeça e foi todo confiante procurar o morcego dentro da minha mala.

O pai, desesperado, cochichava chamando o filho que dizia num dialeto infantil:
- Eu vou pegar o morcego pra você ver como ele é tá bom pai? Peraí, só um pouco.

Procurou bastante sob os olhares atentos do pai.



Depois... desistiu, largou o chapéu do meu PAI (graças a DEUS) mas, no tempo dele, só quando ELE quis!

Fechamento da História que havíamos Aberto todos juntos. Cada um dando um pouco de si, uma pitada de seu próprio medo, emprestando à História um pouco de suas lembranças ou imaginação. Era a hora da verdade... De dizer que além dos personagens que nós trouxemos para a história: Múmias, Vampiros, Bruxas, Fantamas, etc. O livro trazia ainda mais personagens, tão horripilantes, interessantes e corajosos quanto os nossos.
Depois chacoalhei um trecho daquela música antiga:
O VIRA - Secos e Molhados - João Ricardo / Luli
O gato preto cruzou a estrada
Passou por debaixo da escada.
E lá no fundo azulna noite da floresta.
A lua iluminou a dança, a roda, a festa.
Vira, vira, vira
Vira, vira, vira homem, vira, vira
Vira, vira, lobisomenVira, vira, vira
Vira, vira, vira homem, vira, vira
Bailam corujas e pirilampos entre os sacis e as fadas.
E lá no fundo azulna noite da floresta.
A lua iluminou a dança, a roda, a festa.
Vira, vira, viraVira, vira, vira homem, vira, vira
Vira, vira, lobisomenVira, vira, vira
Vira, vira, vira homem, vira, vira
Bailam corujas e pirilamposentre os sacis e as fadas.
E lá no fundo azulna noite da floresta.
A lua iluminou a dança, a roda, a festa.
Vira, vira, vira
Vira, vira, vira homem, vira, vira
Vira, vira, lobisomen
Vira, vira, viraVira, vira, vira homem, vira, vira

Nenhum comentário: