Seguidores

10 de jan de 2008

"PIPOCAndo Histórias"

Contar histórias sempre, sempre...
É poder sorrir, rir, gargalhar com as situações vividas pelas personagens. É também suscitar o imaginário, é ter a curiosidade respondida em relação a tantas perguntas, é encontrar outras idéias para solucionar questões. É uma possibilidade de descobrir o mundo imenso dos conflitos, dos impasses, das soluções que todos vivemos e atravessamos - dum jeito ou de outro. É a cada vez ir se identificando com as personagens e, assim, esclarecer melhor as próprias dificuldades ou encontrar um caminho para a resolução delas... É ouvindo histórias que se pode SENTIR emoções importantes, como a tristeza, a raiva, a irritação, o bem-estar, o medo, a alegria, o pavor, a insegurança, a tranquilidade, e tantas outras mais, e viver profundamente tudo o que as narrativas provocam em quem as ouve. Pois é ouvir, sentir e enxergar com os olhos do imaginário!

(Betty Coelho)

E por aí vai se abrindo um enorme leque de EMOÇÕES que carregamos conosco e, que quando liberamos, ficamos LEVES tal e qual um grão de milho que com o calor, pula na panela, deixa de ser Piruá e vira "PIPOCA"

2 comentários:

pipoca disse...

gostei muito em ficar leves,como pipoca,podemos mudar e desabrochar...

pipoca disse...

gostei muito em ficar leves,como pipoca,podemos mudar e desabrochar...