Seguidores

6 de jun de 2010

Saraiva-CHAPEUZINHO VERMELHO

Os meu PAIS se viram, se olharam nos olhos, se apaixonaram imediatamente. O meu PAI é uma mistura de negro com índio e minha MÃE descedente de portugueses...
Os corações batiam acelerados: TUMTUM, TUMTUM, TUMTUM...

Então, eles resolveram se casar e... começaram a ter filhos. Para cada vez que minha MÃE engravidava, o meu PAI comprava uma vaca. Sim, uma dessas vacas leieiras, para que a minha MÃE se alimentasse melhor e, o futuro bebê nascesse forrrrte! E lá vai: Um, dois, três... Alguém aqui acha que está bom? Um casal e três filhos forma família?

Mas os meus PAIS achavam que era preciso ter mais que três filhos e, continuaram: Quatro, cinco... dez, onze doze (EU) e continua...

Eu era uma bebezinha linda mas... os meus PAIS já não sabiam mais que nome colocar... JUVENTINA (em homenagem ao meu avó paterno Juvenal)??? Ou HEMENGARDA (pra ser chamada de HEME)??? Enfim, graças a DEUS, minha irmã que na época contava com 18 anos, me pegou nos braços e... achou que eu era parecidíssima com a minha vaca Mariana (eu tinha as duas orelhas grudadas na cabeça e dois buraco no nariz, alé de... ter um olho do lado esquerdo do rosto) ela sugeriu um nome que combinasse com o nome da vaca: Daí fiquei ELIANA!!!

CHAPEUZINHO VERMELHO